Seja Bem Vindo!

"O verdadeiro mestre é aquele que da condições para que seu discípulo o supere".

"O caráter de Cristo em nossas vidas materializa-se não pelas palavras que falamos, mas pelas nossas atitudes e exemplos. Palavras se vão, exemplos ficam". (ARAUJO, Robinson Luis)

"Liderança Cristã é a arte de influenciar pessoas, pela minha vivência espiritual, despertando o interesse em outras, para uma vida eterna com DEUS". Pr (ARAUJO, Robinson Luis)

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Preparados para Dar Frutos.


"Lembrem-se: vocês não me escolheram: eu os escolhi e lancei no mundo para produzir frutos que não se estragarão. Como o fruto de vocês vem do Pai, o que pedirem ao Pai em relação a Mim, Ele concederá. Mas, lembrem-se do mandamento principal: amem uns aos outros." (João 15:16-17 - A Mensagem).

Diferente de tudo que aprendi quando criança, quando o pregador ao terminar sua mensagem, perguntava: Quem quer aceitar JESUS levante a mão! E assim acontecia, estava salvo por uma atitude tão simples. Com isso, não quero dizer que a convicção da pessoa que aceitava estava errada, mas sim, como o apelo era feito.

No versículo citado, entendemos que não somos nós que o escolhemos, mas Ele escolheu a cada um de nós, escolheu para que possamos dar frutos, frutos que permaneçam para sempre.

A escolha de pertencer a Ele é minha, porque SOU ESCOLHIDO.

Mas algo importante o referido texto nos fala também. Fomos escolhidos e lançados no mundo, para que possamos dar frutos que não se estraguem. Frutos que não apodreçam. O que vejo é que, como gênero humano, baseado em minha natureza pecaminosa, não seria possível "eu" produzir frutos bons, mas, quando estou enxertado na VIDEIRA, "eu" produzo frutos e de boa qualidade.
No início desse capítulo de João, Ele nos afirma: "EU sou a VIDEIRA Verdadeira" e no verso 4, ainda nos garante: ”Vivam em mim. Venham morar em Mim, como eu moro em vocês. Assim como o ramo não pode produzir uvas por si mesmo, mas apenas se estiver unido à Videira, vocês não podem produzir frutos se não estiverem unidos a Mim".
No versículo 8, temos: "É desta maneira que Meu Pai demonstra quem Ele é: quando vocês produzem frutos, quando demonstram maturidade como meus discípulos".

Para que nossos frutos sejam bons e permaneçam, eu preciso estar nEle,  pertencer a Ele, viver nEle. Sendo assim, gostaria que refletíssemos na seguinte pergunta e que possamos responder com sinceridade: Que tipo de fruto tenho eu produzido: São frutos bons, frutos que permanecem? 
Um detalhe chama nossa atenção é que, nossos frutos são produzidos da mesma forma a de onde estamos enxertados. Se estou na Videira Verdadeira, meus frutos serão bons e se não, meus frutos são maus, estragados, que não desenvolvem. Frutos raquíticos pra mais nada servem, a não ser, para ser cortado e queimado.

Uma prova da qualidade dos frutos que como ramo produzo é o amor que exerço para com Seus discípulos. Temos que desenvolver o amor, da mesma forma que Ele nos amou, sem troca. Amor incondicional! 
Acredito ser esse o maior detalhe de mostrarmos a qual videira nós pertencemos, por meio do amor que praticamos, pois não têm como amar as pessoas da mesma forma como Cristo nos ama, se não estivermos nEle. Mas, esse amor vem pela maturidade para com as coisas do Reino.

Lanço um desafio a cada um de nós. Que em 2015, possamos alcançar a maturidade em Jesus Cristo, por meio do amor que reflito para com as pessoas, pessoas essas que são discípulas, não de minhas, mas de Cristo e, sendo verdadeiros discípulos de Cristo, aprendemos a viver como Ele deseja.

Um Feliz 2015. 

Pr Robinson L. de Araujo - CCA

Nenhum comentário:

Postar um comentário