Seja Bem Vindo!

"O verdadeiro mestre é aquele que da condições para que seu discípulo o supere".

"O caráter de Cristo em nossas vidas materializa-se não pelas palavras que falamos, mas pelas nossas atitudes e exemplos. Palavras se vão, exemplos ficam". (ARAUJO, Robinson Luis)

"Liderança Cristã é a arte de influenciar pessoas, pela minha vivência espiritual, despertando o interesse em outras, para uma vida eterna com DEUS". Pr (ARAUJO, Robinson Luis)

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Quando o Aconselhamento é Necessário?


O aconselhamento se torna necessária, a partir do momento em que a pessoa necessite completar alguma necessidade que lhe esta faltando, podendo ser essas necessidades sociais, físicas ou psicológicas. Estas precisam ser satisfeitas para que uma pessoa desfrute da boa saúde mental. Sendo assim, cada pessoa precisa ter suas necessidades sociais, físicas e psicológicas completas. A pior coisa que pode acontecer a uma pessoa é chegar à conclusão de que ninguém a quer. Quando estas necessidades não ficam satisfatoriamente supridas, uma pessoa normalmente cai em um estado de frustração, tensão ou desequilíbrio. Quando ela entende ou as pessoas percebem a falta ou frustrações em que aquela pessoa esta vivendo, chega a hora de se buscar ajuda, podendo ser de cunho profissional (médico, psicólogo) ou espiritual.


Sendo assim, gostaria de destacar tanto no Antigo, como no Novo Testamento a importância do aconselhamento pastoral: 

No Antigo Testamento, o texto de Êxodo 18.13 - 27:  
No caso de Moisés, Jetro, seu sogro, percebeu que ele não estava tendo tempo para cuidar bem de sua filha devido às muitas obrigações de aconselhamento dentro do povo de Deus. Notamos então, que até o conselheiro Moisés estava precisando ser aconselhado, ou seja, precisava de orientação sobre a ação que estava desenvolvendo junto ao povo que Deus tinha lhe encomendado (Êx. 18.19). Foi sugerida, portanto, uma estrutura, uma organização, uma divisão de tarefas entre o povo. As qualidades dos novos conselheiros seriam: Homens capazes; Homens tementes a Deus; Homens de verdade; Homens que aborreçam a avareza; Homens disponíveis e Homens que saibam referir problemas maiores a Moisés. 

No Novo testamento, dentre muitos, o texto onde se refere ao Apóstolo Paulo. 
Entre as muitas outras qualidades de um grande conselheiro, o Apóstolo Paulo demonstrou grande capacidade de empatia. Notemos como ele se identificou com seu povo, os judeus (Rm 9.1-5). Ele aconselhava de casa em casa (At 20.20, 31-35), envolveu-se completamente com a vida do povo (1Ts 1.5-7; 2.1-12). A grande parte de suas cartas preservadas no Novo Testamento são cartas de aconselhamento.



Pr. Robinson Luis de Araujo - Aquidauana/MS
Citações: ARAUJO, Robinson Luis

Nenhum comentário:

Postar um comentário